Escolha uma Página

O menisco se localiza dentro da articulação do joelho, é uma estrutura fibrocartilaginosa, semicircular, composta por menisco medial e lateral, que tem como função estabilizar a articulação, melhorar a distribuição de carga durante o suporte de peso (caminhada, corrida, saltos) e auxiliar o movimento do joelho.

O que é lesão de menisco?

As lesões meniscais são comuns e ocorrem em indivíduos de diversas faixas etárias, especialmente em jovens praticantes de atividades físicas, normalmente tem como característica a lesão aguda, que pode ocorrer devido a um trauma direto (pancada na região de joelho) ou indireto (movimentos de mudança de direção causando uma rotação brusca no joelho na atividade física, fazer agachamentos muito fundos).

Em pessoas acima de 50 anos a lesão normalmente é degenerativa, causados principalmente pelo desgaste progressivo, decorrente do processo de envelhecimento natural do corpo.

É muito comum que a lesão acometa praticante exercícios físicos de maneira regular, um exemplo claro, as lesões nos meniscos que acometem corredores de rua, um esporte que tem crescido muito em todo país.

As causas mais comuns são: 

  • Idade: frequente pelo processo de envelhecimento do corpo (degenerativa). 
  • Excesso de peso: devido a cargas compressivas. 
  • Trauma direto: recorrente de pancada na área do joelho. 
  • Trauma indireto: causado por movimentos rotacionais bruscos do joelho (entorses)
  • Lesão do ligamento cruzado anterior (LCA): associada à lesão de menisco em 22 a 86% dos casos. 

Sintomas comuns:

  • Dor na linha articular (anterior ou posterior)
  • Inchaço na região  
  • Limitação de movimento (travamento)
  • Perda de função
  • Dificuldade de apoio no membro no chão (descarga de peso)
  • Dificuldade para agachar e cruzar as pernas
  • Dificuldade de subir e descer escadas

O mais indicado é procurar um profissional especializado para que possa lhe orientar. O diagnóstico fisioterapêutico é baseado em um conjunto de testes clínicos específicos.

O exame de imagem: A ressonância magnética pode identificar a lesão, qual o tipo, tamanho e localização.

Esta abordagem tem como objetivo proteger a articulação e estimular os movimentos. O protocolo de reabilitação tem como foco o controle da dor, diminui o inchaço, melhora da função. 

Pode-se utilizar como recursos: 

  • Eletrotermofototerapia
  • Exercícios de fortalecimento muscular
  • Equilíbrio e treino sensório motor em fase avançada. 

O laser de baixa intensidade e terapia combinada pode ser utilizado com a finalidade de aliviar a dor, diminuir a inflamação e o edema 

A terapia manual tem o objetivo de melhorar a mobilidade articular, promovendo menos dor durante os movimentos do dia a dia. 

No início do tratamento os exercícios são indispensáveis para ativação muscular, dando ênfase em cadeia anterior de coxa (quadríceps), o equilíbrio muscular é de extrema importância, focando todo o complexo muscular de joelho e quadril.

Porém, caso o tratamento conservador não tenha resultados positivos, se estuda o método cirúrgico. Após a cirurgia é necessário retorno à fisioterapia. 

 Agende sua consulta e vamos juntos descobrir o melhor tratamento para o seu caso!